22 de dez de 2009

Conto de Natal

Era uma vez uma menina de 7 anos, ela morava numa casa grande de dois andares e seu quarto era tão grande que tinha até um espaço só para os brinquedos.
E estava na época do ano que a menininha mais gostava, o Natal! Ai como é bom! Todas as comidas gostosas que a mãe fazia só nesta época do ano, tinha peru, creme de milho, tender, hummm.
E ganhava presentes! E esse ano o papai Noel ia lhe traser uma bicicleta, ah! Ela tinha certeza. E como todos os anos ela ia tentar vê-lo de novo, no ano anterior tinha sido por um triz que ela não o pegou, quando ela entrou correndo na sala ele tinha escapado pela janela, foi uma pena.
E então a noite do dia 24 chegou, muita gente chegando em casa aquela excitação toda, veio a hora do jantar e depois era a hora do presente! Ela tinha que ficar atenta pois o pai sempre via o papai Noel e chamava, mas sempre era tarde demais.
E foi de novo, que tristeza! Mas os presentes estavam lá embaixo da arvore e o dela era...
Um ursinho de pelúcia!
É isso mesmo, não era a bicicleta...
Mas foi legal ela também tinha ganho bonecas e estava bem feliz e subiu para o seu quarto para bricar com os brinquedos novos um pouquinho antes de dormir.
E daí ela escutou o pai chamando ela lá de fora pela varanda e correu, quando chegou na varanda ela ouvia ainda os sininhos do trenó e olhou pro céu e lá estava ele indo embora...
HOHOHO!
Não acreditava, ela tinha conseguido, ele estava lá, ele realmente existe!!!
E olhando para aixo ela viu o pai erguendo ainda a bicileta que ele acabava de receber do papai Noel que tinha esquecido e voltou pra entregar. Que sorte o pai estar la fora neste instante!

Escrevi este conto por adorar o Natal e para lembrar a todos que nesta época acordem a criança que acredita que coisas boas acontecem, que desejos e sonhos se realizam e que somos felizes!
Um Feliz Natal e um ótimo ano Novo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Palpitem, critiquem, julguem!